Manuel Marques
Sejam bem-vindos!
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livros à Venda Livro de Visitas Contato Links
Textos
Até ao fim
podia ser menos vulgar
arrumar as questões do amor
noutro mundo sem tocar
nas profundas dores do valor

que damos ao que levamos
até ao fim da existência
das promessas que continuamos
a querer inventar para a fluência

do discurso fátuo que engolimos
para nos sentirmos bem
nos restos da estrada em que fugimos
dos vulgares que não assomem
Manuel Marques
Enviado por Manuel Marques em 17/07/2021
Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários